Jubarte Audiovisual

A Jubarte Audiovisual surge em 17 de julho de 2016 em Macapá, Amapá, Brasil. Somos uma produtora independente de conteúdo para cinema e TV. O termo audiovisual é uma forma de aliar bem as experiências de seus sócios, a linguagem sonora é especialidade de Aron Miranda que trabalha como compositor, desenhista sonoro e mixador desde 2009. Enquanto que linguagem visual é a especialidade de Tami Martins, que trabalha como Designer, Ilustradora e com Direção de Arte.

Cinema Amazônida Sulamericano da beira do Rio, do meio do Mundo, de fronteira.

A Jubarte Audiovisual atua em diversas áreas da comunicação e em 2018 foi contemplada no primeiro Edital do Audiovisual do Amapá para a produção do documentário “Passar Uma Chuva”, dirigido por Aron Miranda. O filme retrata Nonato Leal, músico nortista que influenciou diversas gerações de violonistas no Amapá. Além de participar das demais produções contempladas no mesmo edital, entre elas Solitude, animação dirigida por Tami Martins e Montanha Dourada, documentário da Castanha Filmes dirigido por Cassandra Oliveira.

Em 2020 produziu o documentário “Memórias da Terra – A Arqueologia de Vila Velha do Cassiporé”, dirigido por Aron Miranda, apoiado pelo Rumos Itaú Cultural, o projeto é resultado de uma pesquisa da arqueóloga Jelly Lima. Em 2021, a Jubarte Audiovisual começa a produção da Série de TV “Amazônia Panc” para EBC, através do edital PRODAV/2018.

A multiplicidade de serviços que já prestamos a nossos parceiros nos proporciona habilidades de gerenciamento de projetos muito amplas. Projetos que executamos com a força da nossa identidade amazônida para o mundo. Um dos nossos maiores interesses como empreendimento no norte do Brasil é continuar fortalecendo parceiros que atuam diretamente no cenário amazônico, com documentários, animações, trilhas sonoras, design gráfico e produção audiovisual em geral.

Scroll Up